A Tratore por aí:

Destaques

Badi Assad, Cantos de Casa
Independente (dist. Tratore)

O CD “Cantos de Casa” compartilha um possível cotidiano de uma criança, através do mundo mágico de uma casa totalmente feita com instrumentos musicais. Todas as canções foram compostas por Badi Assad e são tocadas, além do violão, ukulele e contrabaixo, com instrumentos de percussão feitos através de materiais reciclados, encontrados naturalmente em uma casa. Produzindo pela primeira vez, Badi volta à cena com seu primeiro projeto dedicado às crianças, e o segundo do seu sêlo Quatro Ventos. Convidados: Guilherme Kastrup, Ricardo Prado, Marcelo Pretto e sua filha Sofia entre outros.



Música de Fronteira, Leo Gandelman e Eduardo Farias
Independente (dist. Tratore)

Desde o séc. XIX, um território musical começou a ser demarcado entre popular e erudito. “Música de Fronteira” inventa esse acervo através de dois músicos de gerações diferentes, mas que trazem em comum a disposição de colocar sensibilidade e virtuosismo, capaz de refletir a liberdade com que os pioneiros desse território atuaram rompendo preconceitos. O encontro da experiência de Leo Gandeman, habituado a transitar entre o clássico e o popular com a jovem vitalidade do piano de Eduardo Farias, evidencia a riqueza do repertório e cria uma unidade atemporal entre os autores abordados.

On my way, Brothers Of Brazil
Independente

O cd contem os sucessos On my way,viva Liberty e A vida num segundo.É um album mais roqueiro do que o primeiro dos Brothers (punka nova), consequência das turnês internacionais que acabaram interferindo na sonoridade da banda.




Top 20 dos últimos 60 dias Veja mais

Em breve Veja mais

   
 
Rádio Tratore
Blog
14 de julho
Destaques Tratore ? Julho
Olá, Mensalmente, a Tratore lança vários destaques, e a partir de hoje, estaremos divulgando também por aqui, para (…) Leia mais
16 de junho
Blog da Tratore ? Jazz e os novos representantes do estilo no país
O jazz surgiu nos Estados Unidos mas por onde passou pegou um pouco da cor e do sabor local. No Brasil também, a (…) Leia mais
30 de maio
SambaStore
A SambaStore, fundada no Rio de Janeiro no final dos anos 80 por Michel Perrin e Rosemar Silva, é um site que (…) Leia mais
Agenda
01 de agosto – 20:00
Marisa Serrano Paranoia Urbana
Marisa Serranno (piano e voz) e Mazinho (sax) Show de MPB Dias: 01/08/15/22/29 de MAIO Horário: 19:00 às 21:00h Local: Shopping Interlagos - Happy Hour
01 de agosto – 20:00
Loopcinico Loopcinico
Dia 01 de Agosto às 22:30h (Sexta-Feira) 6º Lençóis Jazz e Blues Festival 2014 Loopicinico Local: Palco Beira da Avenida Beira Rio - Aberto ao Público Para mais informações: http://www.lencoisjazzeblues.com
13 de agosto – 20:00
Carmem Queiroz Flor da Paz
Carmen Queiroz - Ó do Borogodó dia 13/08/2014 as 22:30 hs. Rua Horácio Lane, 21 Pinheiros - SP
Vídeos
É o dinheiro, Ivan Castanha, Futuro Feliz
Uma resenha
Os Patrões, Cobaia Engenho
Jessica Tamires escreveu: Vi o comentário dessa banda no Jornal da Tarde, em matéria de página inteira intitulada "Os Popstars do Interior", e fiquei impressionada. Não é que depois leio a crítica da revista especializada Dynamite, onde o próprio editor diz literalmente que "não escuto mais rádio ... me avisem quando bandas assim estiverem tocando, aí eu volto a ouvir". Não conheço a formação do Edinaldo, mas tenho formação musical, acho que os críticos do JT e da Dynamite também têm o bastante para elogiar a tal ponto do CD Cobaia dessa banda do interior que merece nota 10 por suas composições e consagração no Estado. Parabéns, meninos, e vão firme que o caminho de vocês é longo, mas sempre tem uma pedra, como o Edinaldo ...
Um produto
Renato Motha E Patrícia Lobato, Planos Independente (dist. Tratore)
Planos foi gravado em 2005 e lançado no Japão em outubro do mesmo ano pelo selo NRT/Maritmo. Álbum autoral, composto em sua maioria por bossas e sambas selecionados pelo produtor japonês Yoshihiro Narita, esse CD marca o início da parceria de Renato Motha com Malluh Praxedes. Uma das inspirações para a concepção desse trabalho, foi o disco de João Gilberto (1973) gravado apenas com voz, violão e percussão. Em Planos, a clássica música popular brasileira desfila com a elegância e simplicidade apreciadas pelos amantes da MPB no Japão.